Notícias

Empreendedorismo

Os caminhos para ser um empreendedor

Muitos brasileiros têm o sonho de abrir o próprio negócio. Em 2016, foram 48 milhões de pessoas, com idade entre 18 e 64 anos, envolvidas na criação ou manutenção de algum empreendimento. Mas para ser um empreendedor, é fundamental visão sistêmica

A psicóloga e proprietária da empresa Lavoro Desenvolvimento, Gloria Molinari, explica que uma pessoa empreendedora, acima de tudo, sabe ter visão sistêmica e enxergar oportunidade em risco, em situações que, aparentemente, não seriam tão boas. Porém, ela aponta que é preciso preparo e prontidão prévios para aproveitar as oportunidades, transformando-as em algo útil e produtivo.

Quem deve empreender

Além de abrir um negócio, existe também o que se chama de atitude empreendedora, especifica o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Fortaleza (SDE), Mosiah Torgan. “Aquele que tenta desenvolver inovação, melhorias, produtividade, baixo custo. A atitude pode acontecer onde a pessoa estiver.”

Segundo o secretário, um empreendedor busca sempre expandir a atividade, melhorar tanto em procedimentos, como em inovação, seja uma técnica ou um método. Está sempre à frente do mercado, quer descobrir como crescer e procura não ficar estagnado.

Gloria também defende que uma pessoa imediatista, por exemplo, não pode ser empreendedora, porque os empreendimentos não têm retorno rápido. Alguém que não se planeja financeiramente dificilmente será empreendedor, porque as retiradas oscilam bastante.

Bons exemplos

Há quatro anos, Maria Célia Braga formalizou sua loja Caminhos da Fé, que vende artigos religiosos em um shopping de Fortaleza. A empreendedora contou com o suporte do Programa de Empreendedorismo Sustentável da SDE, criado em 2014. O projeto atua em cinco eixos proporcionando a formalização de negócios e capacitação.

A artesã é convicta de suas características empreendedoras. “Sou muito atirada, criativa, uma coisa transformo em outra, me considero uma boa vendedora.” Maria Célia defende que para ser um bom empreendedor é importante ter ousadia, buscar capacitação contínua, novos caminhos e enfrentar os problemas. “Com toda a crise, tem que seguir em frente. Estou com a loja há quatro anos, não desisti. Vou em frente porque vai dar certo. Está dando certo!”, enfatiza.

O Programa de Empreendedorismo Sustentável da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Fortaleza dispõe de 12 salas do Empreendedor nas regionais da cidade

Experiência positiva também vivencia o gaúcho Francisco dos Santos Burity. Morando há quase seis anos em Fortaleza, o empreendedor formalizou a Luxury Coquetéis com ajuda das informações do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da SDE. Com experiência de mais de dez anos na área, ele investe bastante em capacitação, que amplia suas possibilidades de trabalho.

A vontade de montar algo com o próprio estilo foi o que motivou Rômulo Victor, de 35 anos, a abrir A Casa do Barbeiro. O negócio funciona há dois meses no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza. Rômulo reconhece em si visão e coragem para empreender. Constatando o forte vínculo do barbeiro com o cliente, percebeu que a clientela o acompanharia quando abrisse o próprio negócio. “Então, de certa forma, minha coragem veio disso”, revela. Motivado, ele tem a expectativa de aumentar as bancadas de trabalho até abrir outra unidade.

 

Serviço
Programa de Empreendedorismo Sustentável
Informações: 0800.081.4141
www.fortaleza.ce.gov.br

Fonte: https://www.opovo.com.br/noticias/especialpublicitario/voceprofissionalempreendedor/2017/09/os-caminhos-para-ser-um-empreendedor.html

 

Contatos

E-mail
empreender@vceventos.com.br

Fale conosco
3433.8464

Para dúvidas ou sugestões deixe sua mensagem: